Pseudofrutos

O que são, exemplos de pseudofrutos, simples, múltiplos, compostos, lista, características principais, diferença com relação aos frutos, Botânica, tipos

Morango: exemplo de pseudofruto
Morango: exemplo de pseudofruto


 

O que são (definição biológica)

 

Pseudofrutos, também conhecidos como falsos frutos, são estruturas vegetais suculentas (ricas em suco) que não são frutos, pois não são originários do ovário da planta. Desenvolvem-se de um tecido de planta ao lado de uma flor.

 

Principais características dos pseudofrutos:

 

- Possuem aspecto físico parecido com os verdadeiros frutos ( em função disso é comum as pessoas chamarem estas estruturas de frutos).

 

- São suculentos (ricos em suco).

 

- Possuem grande quantidade de nutrientes em forma de reservas.

 

Tipos de pseudofrutos e exemplos

 

Pseudofrutos simples


São aqueles que se originam a partir do desenvolvimento do receptáculo ou do pedúnculo de uma única flor.

 

Exemplos: pera, maça, marmelo e caju (parte suculenta).

 

Pseudofrutos compostos

 

Também conhecidos como pseudofrutos agregados, são aqueles que se originam a partir do receptáculo de uma flor, com múltiplos ovários.

 

Exemplos: morango e framboesa.

 

Pseudofrutos múltiplos (infrutescências)

 

São aqueles originários do desenvolvimento de ovários de várias flores de uma inflorescência (parte da planta onde estão as flores), que crescem unidas numa única estrutura.

 

Exemplos: figo, amora e abacaxi.


Duas franboesas maduras

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Framboesa: outro exemplo de pseudofruto composto.

 

 

Última revisão: 11/03/2020.

___________________________________

Por Elaine Barbosa de Souza
Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Metodista de São Paulo.