Cobra Cascavel

Características, alimentação, habitat, classificação científica, reprodução deste réptil, curiosidades, resumo, veneno e guizo

Cobra cascavel: peçonhenta e comum no Brasil
Cobra cascavel: peçonhenta e comum no Brasil


 

Cobra Cascavel

 

Nome científico: Crotalus durissus terrificus


Habitat

 

- Este réptil habita áreas de matas e campos em grande parte do território brasileiro. É encontrado também em vários países do continente americano, principalmente entre o México e a Argentina.

 

Alimentação

 

- Mamíferos de pequeno porte (principalmente pequenos roedores) e aves.

 

Reprodução

 

- A fêmea dá a cria entre 18 e 30 filhotes.

 

Principais características:

 

- A cascavel é uma cobra peçonhenta (venenosa), sendo seu veneno muito potente.

 

- Uma das principais características desta cobra é a presença de um chocalho na parte final de sua cauda.

 

- Estas serpentes podem viver até 20 anos.

 

- Uma cascavel adulta mede entre 1,5 e 2 metros.

 

- Possuem cor marrom escuro com presença de anéis claros e finos. A cor é um recurso que favorece a camuflagem destas cobras.

 

Classificação científica:

 

Reino: Animalia

Divisão: Chordata

Classe: Reptilia

Ordem: Squamata

Subordem: Serpentes

Família: Viperidae

Gênero: Crotalus

 

Curiosidades:

 

- O guizo da cascavel é formado da própria pele ressacada. Ao invés desta cobra trocar de pele, esta vai se acumulando no final da cauda. Com o tempo, a epiderme ressacada do animal dá origem ao chocalho.

 

- O som emitido pelo guizo da cascavel tem função de espantar os predadores que podem ameaçá-la.

 

- A quantidade de anéis presentes no chocalho da cascavel representa a quantidade de trocas de pele ocorridas.

 

- Existem entre 65 e 70 subespécies de cobras cascavéis.