Pirâmides ecológicas

O que são, características, resumo, importância, curiosidade, bibliografia.

Exemplo de uma pirâmide ecológica
Exemplo de uma pirâmide ecológica


 

Introdução (o que são)


Conseguir alimento é o mesmo que conseguir energia para se manter vivo e executar as mais diferentes funções biológicas. Todos os seres vivos fazem parte de alguma cadeia alimentar. As pirâmides ecológicas são representações do fluxo de energia que acontecem em todas cadeias alimentares.


Uma cadeia alimentar é composta de produtores primários e consumidores. Os consumidores se dividem em:


- Herbívoros


- Carnívoros primários


- Carnívoros secundários


As categorias de produtores e consumidores representam níveis tróficos nas cadeias alimentares e nas pirâmides ecológicas.



Características principais


Imagine uma pirâmide, não importa o formato da base. A partir da base, divida a pirâmide em quatro seções de mesmo tamanho. A seção próxima à base é mais larga e quanto mais nos aproximamos do ápice da pirâmide, mais estreitas ficam as seções.


Cada uma das seções é um nível trófico. Na base (nível dos produtores primários) existe muita energia. A quantidade de energia inicial vai sendo perdida à medida que parte dela é transferida entre os níveis. Ao atingir o nível mais alto (o dos consumidores secundários), a quantidade de energia é a menor. É uma quantidade inferior à qualquer uma que estava disponível nos níveis abaixo dele.



Por que é importante aprender sobre pirâmides ecológicas?


As pirâmides ecológicas ensinam que o ser humano é um elemento dentro de uma cadeia alimentar que envolve a agricultura e a criação de animais para consumo. Essas atividades econômicas foram criadas por humanos. As práticas que são usadas nelas interferem nas pirâmides ecológicas naturais, aquelas que existem mesmo antes do surgimento da espécie humana.


Conhecer as razões das perdas de energia nas transferências dela de um nível trófico para outro ajuda a criar formas de aumentar a eficiência na transferência dessa energia.


Curiosidade ecológica:


Raymond Lindeman era um norte-americano estudioso do dinamismo da energia nos ecossistemas. Em 1942 ele enviou um manuscrito para ser publicado na famosa revista Ecology. Nesse trabalho ele apresentava o conceito de pirâmides ecológicas. Infelizmente, Lindeman faleceu antes de ver seu artigo publicado.

 

 

Última revisão: 09/10/2019
___________________________________

Por Elaine Barbosa de Souza
Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Metodista de São Paulo.