Peixes Cartilaginosos

O que são, características, exemplos de peixes cartilaginosos, fecundação, chondrichthyes, resumo, Zoologia, Biologia Marinha, habitat, curiosidades, classificação científica

Tubarão: exemplos de peixe cartilaginoso
Tubarão: exemplos de peixe cartilaginoso


 

O que são

 

Conhecidos cientificamente como condrictes (classe Chondrichthyes), são peixes que possuem esqueleto composto por cartilagem.

 

Principais características dos peixes cartilaginosos

 

- Esqueleto formado exclusivamente por cartilagem.

 

- A fecundação é interna sem presença de larvas.

 

- Presença de claspers (órgãos copuladores). Os claspers são nadadeiras pélvicas.

 

- Os peixes cartilaginosos não possuem bexiga natatória.

 

- A ureia é a principal excreta nitrogenada expelida por estes peixes.

 

- Grande parte destes peixes possuem habitat marinho (vivem em mares e oceanos).

 

- Nadam com auxílio de barbatanas.

 

- Presença de cloaca.

 

- Presença de escamas placóides de origem dermoepidérmica.

 

- Possuem brânquias descobertas (sem opérculos), portanto sem proteção.

 

- Presença de boca ventral.

 

- Possuem dois pares de nadadeiras laterais.

 

- Possuem olfato muito apurado, sendo capazes de detectar sangue à grande distância.

 

Exemplos de peixes cartilaginosos:

 

- Arraia

- Tubarão

- Torpedo

- Peixe-serra

- Cação

- Peixe-viola

- Quimeras

 

Curiosidades:

 

- Os peixes cartilaginosos surgiram no período Devoniano Superior, ou seja, entre 385 a 359 milhões de anos atrás.

 

- Existem cerca de 40 mil espécies de peixes cartilaginosos descritos no mundo todo. Somente no Brasil são cerca de 1.200 espécies.

 

Classificação científica

 

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Subfilo: Vertebrata

Classe: Chondrichthyes