Febre Aftosa

Febre aftosa, características, consequências, doença do gado

Febre aftosa: doença que atinge o gado
Febre aftosa: doença que atinge o gado


 

O que é

 

A febre aftosa é uma doença que comumente atinge os animais e que raramente contagia o homem. Seu contágio se dá através de infecção por vírus, ocorrendo principalmente nos animais de patas fendidas como os suínos, gado bovino, ovelhas, cabras e cervos. Após infecção, é muito comum ocorrer epidemia.

 

Características da doença

 

Algumas das principais características da febre aftosa é a elevação súbita da temperatura corporal, surgimento de bolhas na boca e em áreas mais delicadas da pele, além de salivação excessiva.

 

Após surgimento das erupções, estas tendem a crescer até sua ruptura, deixando o local onde antes se encontravam em carne viva. Conseqüentemente torna-se difícil ao animal afetado se alimentar, uma vez que, com o tecido bastante lesionado, torna-se bastante doloroso este processo.

 

Uma outra característica desta doença é que ela faz com que os tecidos moles da região inferior das patas se inflamem, torna o animal manco, podendo ainda, provocar danos na visão do animal afetado.

 

Animais criados para fins comerciais, uma vez infectados, causam um grande prejuízo. O gado criado para fins de abatimento perde muito peso, as vacas e as cabras diminuem significativamente a produção de leite.

 

Consequências da febre aftosa

 

A febre aftosa mata rapidamente os animais de pequeno porte (filhotes e animais que ainda não atingiram a fase adulta) e provoca aborto nas fêmeas que estão prenhas. É uma doença que além de causar grande sofrimento aos animais afetados, tende a se alastrar muito rapidamente ocasionando surtos epidêmicos. 

Temas relacionados